segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Ainda a catilinária do museu dos coches

Agora me recordo, só agora porque sou distraído, do que escrevi no blogue do dia 21 de Janeiro de 2010 a propósito do diretor do museu de arte antiga não reconduzido pela senhora ministra.
Não estou dentro dos segredos das coisas, mas palpita-me que o ex-diretor deve ter feito um raciocínio parecido com o silogismo de seleção do museu que merecia um edifício novo e de raiz, e que o museu de arte antiga está espartilhado e precisava do espaço para onde vai agora o dos coches.
Palpita-me; que não estou dentro dos assuntos, embora me agradasse ver o museu de arte antiga no novo espaço (sem perder o edificio atual, claro), o de arqueologia ampliado para norte, o dos coches idem, e o da marinha na cordoaria (lembrei-me agora das darsanas de Barcelona, mas não liguem). E um plano de transportes eficientes para servir este conglomerado. Não me digam que não fazia um vistaço, este conglomerado, nos “Lisbon, these week”, e nos programas das agências de viagens.
Mas a senhora ministra pensa de maneira diferente.
Pode ser que daqui a uns anos venha um senhor político dizer o mesmo que disse agora da senhora ex-ministra Lurdes Rodrigues: “Afinal havia outra…política”.

Sem comentários:

Publicar um comentário