terça-feira, 10 de abril de 2012

Breve história, a seguir ao jantar de Páscoa

Uma pequena contrariedade depois do jantar de Páscoa.
O carro da minha sobrinha não reagia quando ela ligava a ignição.
As luzes da consola  acendiam sem identificação de qualquer avaria, mas não se ouvia o ruído do motor de arranque.
Desesperei por não ser capaz de resolver o problema, agora com tanto software instalado nos automóveis.
Ligou-se para o reboque, que ainda estávamos a 50 km de Lisboa e e a minha sobrinha tinha de trabalhar no dia seguinte.
Foi então que me lembrei de espreitar o motor de arranque.
Escondido por baixo das tampas das injeções e dos controladores da mistura e da pressão do combustível.
Mas estava o cantinho da bobina de chamada à vista.
Podia ser que tivesse falta de lubrificação e a bobina não gerasse uma força magnetomotriz suficiente para vencer o atrito e assim o motor de arranque não recebia a alimentação.
De modo que, sem convicção, percuti-a com o cabo do martelo
- "Dá à chave" (ou melhor, pressiona o botão de ignição, que era como se fazia nalguns carros antigos).

E não é que?!
geegee..geee..vrrum...vrum... um rrrrrrrrrrr.


Estas coisas acontecem porque os grandes fabricantes fazem grandes concursos de fornecimento de componentes e adjudicam ao preço mais baixo.
Conseguem assim conter os preços dos automóveis, poupando no controle de qualidade, que é feito pelos clientes . A qualidade e a quantidade dos componentes obedecem a leis estatísticas de margens  bem definidas, pelo que é mais barato ao fabricante substituir a peça defeituosa do que gastar dinheiro com um controle de qualidade que evite as avarias deste tipo.

E aqui está como, num tempo de software que afinal não comanda tudo, e num tempo em que a perfeição da construção mecânica e metalúrgica podia dispensar a contrariedade de ter o carro avariado o império da concorrência pelospreços mais baixos faz diminuir a qualidade das coisas.

Difícil explicar isto aos economistas quando se fala de sistemas de serviço público.
O preço mais baixo não significa forçosamente melhor serviço.


Sem comentários:

Publicar um comentário