quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

O novo acordo ortográfico

.

Saúdo a entrada em vigor com o novo ano do novo acordo ortográfico.
Por mim dispensava mais acentos e o corrector automático, que não gosto de o ver tão pressuroso a colocar acentos onde eu não os quis por ou os pus contrariado. Saúdo tambem o periodo de sobreposição em que qualquer um poderá escrever como sente. E isso é muito bom.
Estejam descansados que podem continuar a escrever, respeitando o acordo, compacto, facto e pacto (mas se quiserem escrever fato por facto podem, é facultativo; e não venham com purismos porque o étimo de fato na aceção de vestuário é alemão; esta da aceção já vai de acordo com o novo acordo), mas diretor, objeção e adjetivo é assim, como batismo.
E ainda bem que já não é preciso preocuparmo-nos tanto com os hifens (por mim dispensava-os a todos). Mas não se conseguiram eliminar todos os hifens: os adoradores do arco-íris vão poder continuar a escrever arco-íris.
Nota muito importante: o acordo é ortográfico, não altera em nada a pronúncia habitual não regionalista.
E em caso de dúvida, podem consultar o texto do acordo em:

http://orto.no.sapo.pt/b.htm

e a lista de palavras alteradas em:

http://www.portaldalinguaportuguesa.org/?action=novoacordo&act=list&letter=r&version=pe

.

Sem comentários:

Publicar um comentário